top of page
  • Foto do escritorABMTHS

Capítulo 9 – Do túmulo do pai à Aparecida


Foto do túmulo dos nossos pais no Cemitério da Consolação, em São Paulo. O tema era o crucifixo. Na base do crucifixo os túmulos estão colocados lado a lado. Em baixo dos braços estendidos do Cristo crucificado está gravado o nome do Pai, em português, à direita, e em chinês, à esquerda. Idem para a Mãe. Olhando de frente para os túmulos, é o Cristo ressuscitado que surge entre os dois túmulos

Nossa mãe veio a apreciar o talento artístico de Cláudio Pastro depois de ver seu projeto do túmulo de nosso Pai no Cemitério da Consolação, em São Paulo. Comoveu-se especialmente pela figura do Cristo Ressuscitado, com seus braços estendidos na cruz, posicionada entre os dois túmulos, unindo o do Pai com seu próprio túmulo futuro. Um detalhe que chamou a atenção da Mãe foi o Cristo Ressuscitado retratado com o Seu Sagrado Coração, que era uma devoção dos nossos pais ao longo da vida.



A Mãe com a família no túmulo depois do falecimento do Pai.


A última peregrinação da mãe


Em 2007, surgiu uma oportunidade e nossa Mãe quis fazer uma peregrinação ao Santuário Nacional de Aparecida, SP. Cláudio Pastro a encontrou pessoalmente na Basílica. O artista explicou-lhe em detalhes como estava trabalhando para integrar a devoção e a arte neste Santuário maravilhoso. Quando chegaram à capela dedicada a São José, nossa Mãe pediu uma pausa e começou a rezar. Uns minutos depois, ela me chamou de lado e disse:



Cláudio Pastro mostrou para a Mãe como a Basílica estava sendo transformada.


–“John, por favor, peça para Cláudio achar um lugar adequado nesta Basílica para a Família Sieh expressar a sua gratidão para com nossa Mãe Santíssima.”


Eu lhe respondi:


–“Mãe, como é que o Cláudio vai saber? A Basílica pertence à Igreja e a todos os fiéis do Brasil. A decisão não é dele.”


–“Não importa quem deve decidir”, disse ela, “o Cláudio vai saber, basta perguntar-lhe.”

Ela tinha certeza de que tudo o que ela estava pedindo ia acontecer. Ninguém, no entanto, tinha a menor ideia sobre o que exatamente nossa Mãe tinha em mente.


Poucos meses depois, o Cláudio nos disse que tivera uma ideia: a Basílica precisava terminar o interior da Capela do Batismo. Será que Dona Maria concordaria em financiar este projeto? Se tivesse sua concordância, ele iria apresentar o projeto ao Reitor da Basílica .



Na Capela de São José, a Mãe rezou.


Quando nossa Mãe foi informada da ideia do Cláudio, ela a aprovou imediatamente.

Havia muitas dificuldades, cujos detalhes desconhecemos.



A Mãe pediu para o Cláudio projetar algo... não para ela nem para a Família Sieh, mas pelo amor à nossa Mãe Santíssima e pela glória de Deus. Ela tinha certeza de que o que ela estava pedindo iria acontecer


A certa altura, nossa Mãe tornou-se ansiosa. Meses se passaram e nenhuma decisão veio de Aparecida. Cláudio achou melhor sugerir uma outra alternativa: as portas de madeira da entrada principal da Basílica precisavam ser substituídas. Como nossa Mãe se sentiria em doar, generosamente, um par de portas esculpidas em bronze? Quando a ideia lhe foi apresentada, ela permaneceu em silêncio e não quis responder. Tornou-se claro: o coração estava fixo na Capela do Batismo. O único caminho seria o de esperar mais.



A Mãe pediu para o Cláudio projetar algo... não para ela nem para a Família Sieh, mas pelo amor à nossa Mãe Santíssima e pela glória de Deus. Ela tinha certeza de que o que ela estava pedindo iria acontecer


Nossa mãe veio a falecer no dia 9 de março de 2009, sem saber o resultado do seu desejo. O Cláudio compareceu ao seu sepultamento. Quando da realização da missa de sétimo dia, recebemos uma mensagem de que o engenheiro Minoru, responsável pelas obras e reparos técnicos da Basílica de Aparecida, estava tentando entrar em contato conosco. Quando retornamos a ligação, ele nos disse que o projeto da capela tão aguardado estava então, não somente aprovado pelas autoridades eclesiásticas de Aparecida, mas, finalmente, pronto para ser apresentado à Família Sieh.


Ele não sabia que nossa Mãe havia falecido!


O significado desta coincidência permanece um mistério para todos nós.



7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page